Concursos Públicos

No Carnaval, SPC libera monitoramento grátis do CPF; Solicite agora!

[ad_1]

Foliões que perderem os documentos ou forem furtados poderão acompanhar a movimentação do CPF. A facilidade é garantida pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), que liberou o serviço de monitoramento totalmente gratuito, chamado de SPC Avisa.

O serviço irá operar sem custo pelo período de 30 dias, para todos os brasileiros. O cadastro no sistema é feito por meio do site do SPC. Após a efetivação, o usuário recebe por e-mail, em até 24 horas, informações de qualquer tipo de movimentação suspeita.

Consulta de documentos ou comprovantes de compras a prazo, verificação de nome restrito, inclusão de registros de inadimplência, alteração de dados cadastrais e diversas outras possibilidades são garantidas gratuitamente pelo monitoramento do SPC.

De acordo com o gerente de produtos do SPC Brasil, Michel Felix, em feriados prolongados é comum haver aumento nas estatísticas de golpes, perda de documentos, assaltos e furtos. “O Carnaval deixa as pessoas mais distraídas e expostas, seja por comemorarem nas ruas, seja por frequentarem locais com grandes aglomerações”, ressaltou.

Como utilizar o SPC Avisa?

Para garantir a utilização do serviço, o interessado deve entrar no site do SPC Brasil (clique aqui). Em seguida, deve inserir o código SPCAVISA30D, que deve ser digitado no campo “Cupom de Degustação”.

O novo usuário irá receber um alerta sempre que alguém consultar, incluir, excluir ou alterar o documento no banco de dados do birô de crédito. Desta forma, o cliente poderá se prevenir de golpes e fraudes.

Além disso, o SPC Avisa ainda garante aos seus usuários serviços, como:

  • Recebimento por e-mail de relatórios completos com informações cadastrais;
  • Registro de inadimplência no SPC Brasil;
  • Intenção de registro no banco de dados do SPC Brasil;
  • Consultas realizadas no documento;
  • Créditos concedidos;
  • Registros de cheque lojista;
  • Registros no Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos (CCF);
  • Alerta de documentos, mediante registro de furto.

Golpes no cartão de crédito

Segundo dados da Axur, empresa de monitoramento e reação a riscos digitais, entre 1º de outubro a 31 de dezembro de 2019, foram identificados 8.782 casos de phishing. No primeiro semestre, 8.517 casos foram identificados.

Os phishings são tentativas de obtenção de informações pessoais por meio de identidade criminosa em contextos informáticos: golpes digitais.

A pesquisa também mostrou que a prática tem crescido no Brasil. Em outubro, foram 2.751 casos em outubro; 2.908 em novembro; e 3.123 casos em dezembro.

Especificamente à clonagem e roubo de informações do cartão de crédito, a empresa evidenciou que 1,6 milhão de cartões expostos foram detectados em 2019. 914.137 cartões de crédito e débito foram identificados, somente no quarto e último trimestre de 2019. O número representa um aumento global de 69%.

No terceiro trimestre, 540.656 cartões foram encontrados. Com isso, o Brasil teve 26,7% da base de cartões encontrada exposta. O número representa um total de 345.674 cartões.

De acordo com outra pesquisa feita pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), cerca de 8,9 milhões de brasileiros foram vítimas de fraude. Os dados são referentes a março de 2018 a março de 2019.

Confira também: Segurança do Nubank é colocada em dúvida após cliente cair em golpe de R$ 146 mil



[ad_2]

Source link

Back to list